compulsão

4 tipos de compulsão e como tratá-las

A compulsão é caracterizada como um ritual ou comportamento que a pessoa se sente impelida a realizar repetidas vezes. Geralmente, as compulsões surgem como uma tentativa de fazer com que as obsessões parem. Por exemplo, quem tem medo de se contaminar pode desenvolver, com o passar do tempo, rituais de extrema limpeza. Entretanto, na compulsão, o alívio nunca é duradouro. Na realidade, pode acontecer de os pensamentos obsessivos se tornarem ainda mais fortes, forçando a pessoa a se entregar cada vez mais aos comportamentos compulsivos. A médio e longo prazo, o indivíduo ainda pode desenvolver altos níveis de ansiedade. No final das contas, sem o tratamento adequado, qualquer pessoa fica à mercê de um ciclo vicioso de TOC. A seguir, vamos falar sobre os tipos de compulsão mais comuns. Acompanhe!

1. Simetria e ordenação

Esse tipo de compulsão é caraterizada pela necessidade de ordenar itens de uma certa forma, por exemplo, alinhados do menor para o maior, por cor e por material. Também pode envolver as ações, a exemplo de quem coça o joelho direito e sente uma intensa necessidade de, também, coçar o joelho esquerdo.

2. Limpeza

Um dos tipos de compulsão mais recorrentes. Aqui, as ações e comportamentos da pessoa estão relacionados com a necessidade de limpeza e com o medo de contaminação. Alguns sintomas são: ·         Medo de ser exposta a vírus e substâncias tóxicas; ·         Pensamentos recorrentes sobre estar sujo, seja fisicamente ou mentalmente; ·         Preocupação acima do normal com doenças e ambientes específicos, como hospitais; ·         Lavar várias vezes as mãos, tomar vários banhos ou lavar itens diversas vezes, mesmo que não estejam sujos; ·         Ter rituais de limpeza, como esfregar uma superfície determinado número de vezes.

3. Pensamentos proibidos

Os sintomas mais comuns nas pessoas com um quadro de compulsão que atinge seus pensamentos são: ·         Pensamentos intrusivos, muitas vezes de natureza violenta ou sexual; ·         Forte preocupação de que se comportará de acordo com os pensamentos intrusivos ou de que eles a tornem em uma má pessoa; ·         Preocupação recorrente de que irá prejudicar a si e os outros sem querer; ·         Pensamentos sobre questões religiosas consideradas erradas ou blasfemas; ·         Compulsão em esconder coisas que poderiam ser usadas como armas, uma vez que os pensamentos intrusivos despertam o medo.

4. Acumulador

Na compulsão de acumulação o indivíduo resiste intensamente em se desfazer de coisas por medo de precisar delas depois ou por achar que tal coisa poderia prejudicar a outras pessoas, como itens pessoais. Outro padrão comum é que  ele sente uma forte necessidade de recolher coisas — também — para proteger a si e a outros de danos, ou por acreditar que ainda servem para ser usadas — um sofá velho jogado na rua, revistas de décadas atrás e utensílios completamente destruídos, mas que a pessoa ainda acredita que podem funcionar. O mais interessante dos acumuladores é que quase sempre eles nunca têm um uso para as coisas que recolhem.

Como tratar as compulsões

É importante ressaltar que a compulsão tem uma relação muito íntima com a obsessão, que é outra característica das pessoas com TOC, e que costuma se manifestar como pensamentos e medos irracionais. Por isso, o tratamento pode seguir por várias vias de acordo com o quadro. Sendo assim, o melhor tratamento vai depender dos sintomas da pessoa. Entretanto, os especialistas em saúde mental consideram a terapia aliada com medicamentos, a melhor forma de tratar a compulsão. Também existem pessoas que respondem positivamente às terapias de prevenção, por meio das quais há a exposição gradual a coisa ou situação que leva a compulsão, ajudando a pessoa a lidar com seus medos e preocupações. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Dr. Deyvis Rocha  | Psiquiatra | CRM-SP 127821

Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.