Dependência emocional

Dependência emocional: entenda os riscos e como tratar

Boa parte das pessoas imagina que o termo dependência emocional significa uma pessoa que depende de outra para praticamente tudo o que faz de sua vida, das decisões que decide a escolha sobre o que a faz feliz.

No entanto, essa é apenas uma parte da história. A dependência emocional é algo mais complexo e sério. 

A seguir, você aprenderá mais sobre essa condição. Continue a leitura e saiba mais!

O que é a dependência emocional?

Em termos de saúde mental, a dependência emocional é considerado um estado psicológico inerente as relações pessoais, seja com um amigo, um parceiro amoroso ou um familiar.

É uma condição que afeta muitas pessoas, contudo, nem sempre os indivíduos prejudicados se dão conta disso. Quem é emocionalmente dependente tendem a sentir um forte desconforto e falta de autocontrole quando estão próximas do indivíduo do qual dependem.

Também apresentam uma necessidade intensa de estarem próximas a essa pessoa, sendo que não conseguem quebrar os laços as conectam.

Quais os riscos da dependência emocional?

Os principais riscos da dependência emocional envolvem as próprias questões emocionais do indivíduo, especialmente gerando impactos significativos em suas relações românticas. 

Contudo, os efeitos negativos podem se estender para várias outras áreas da vida. Veja!

Dificuldades no relacionamento

Em boa parte dos casos, a dependência emocional impede que a pessoa siga sua vida conscientemente e tenha relacionamentos mais saudáveis. É preciso considerar que essas pessoas precisam de muito suporte e segurança de seus parceiros.

Por exemplo, se você é uma pessoa dependente emocional com dúvidas ou inseguranças, pode necessitar da aprovação de seu parceiro para se sentir bem consigo mesmo.

Como consequência, você pode ter medo de que se seu parceiro parar com o suporte ou sair de sua vida você já não consiga realizar mais nada.

Além disso, o medo do abandono ainda pode abrir caminho para tentativas de controle para segurar o parceiro. O problema é que muitas vezes isso tem o efeito oposto: como seu parceiro se sente cada vez mais sob pressão ele tentará fugir.

Falta de autocuidado

Outro risco da dependência emocional é a falta de atenção e cuidado do indivíduo para consigo mesmo. Visto que ele precisa confiar inteiramente  e obter suporte emocional do parceiro, indivíduo que sofre com dependência emocional perde a oportunidade de conhecer mais sobre si mesmo e de descobrir formas de melhorar sua vida.

Estresse

Altos níveis de estresse é um aspecto constante nos casos de relacionamentos de dependência emocional. Além disso, vale lembrar que muito estresse pode interferir na maneira como a pessoa dependente emocionalmente pode experimentar e até expressar suas próprias emoções.

Mudanças repentinas de humor, explosões de raiva ou tristeza com choro e gritos, tensão muscular, violência contra pessoas ou objetos, assim como dores de cabeça constantes são apenas alguns dos problemas relacionados ao estresse.

Como a dependência emocional pode ser tratada?

Em suma, a boa notícia é que possível gerenciar a dependência emocional, aprendendo a ter uma vida mais saudável. Portanto, há várias técnicas que podem ser usadas individualmente ou combinadas para ajudar o paciente.

Algumas delas são:

  • terapia com foco no crescimento pessoal;
  • centrada na emoção;
  • terapia de casal;
  • reforço da autoestima e autoconfiança.

Por fim, é interessante observar que, visto que é necessário identificar padrões, é importante que a pessoa que sofre com dependência emocional procure um especialista de sua confiança. 

Assim, será mais fácil para ela lidar com a questão, especialmente porque estará mais confortável com a pessoa que está orientando o seu tratamento.

Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Então, leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Dr. Deyvis Rocha  | Psiquiatra | CRM-SP 127821

Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.