depressão

Práticas diárias que podem ajudar na luta contra a depressão

Lidar com a depressão, sem dúvidas, não é uma tarefa fácil. No entanto, existem algumas coisas que podem ser feitas regularmente para ajudar a gerenciar melhor os sintomas, mantendo a situação sob controle.

São ações práticas que qualquer pessoa pode realizar e que, mesmo sendo simples, fazem toda a diferença na saúde mental.

Práticas que podem ajudar na luta contra a depressão

Continue a leitura e veja algumas dicas sobre esse tema!

Cuide bem do sono

O sono é fundamental para a recuperação das energias físicas e mentais. No entanto, um quadro de depressão pode acabar sobrecarregando a pessoa fazendo com que ela negligencie essa parte tão importante da rotina. Sendo assim, comece a prestar atenção ao seu sono procurando maneiras de melhorá-lo.

Melhore sua autoimagem

Quem sofre com depressão geralmente tende a ter uma autoestima baixa. Sendo assim, vale a pena procurar por maneiras de se sentir melhor consigo. Aliás, fazer isso até ajuda no processo de tratamento.

Também é válido fazer mudanças no estilo de vida que contribuam para que você se sinta melhor. Por exemplo, procurar ter uma alimentação balanceada, passar mais tempo com os amigos e, quem sabe, até mudar o visual.

Procure se envolver

Se você está passando pela depressão, pode querer ficar sempre só ou se isolar de tudo, seja por falta de interesse ou pela baixa autoestima.

No entanto, vale muito a pena se esforçar para se manter envolvido com seus familiares e amigos. Boas conexões sociais podem ajudar você a não cair em uma situação mais profunda ou ficar sozinho com seus pensamentos. Uma conversa, uma caminhada ou ida ao cinema com um amigo já podem levantar seu ânimo.

Reduza seu estresse

Quanto mais estresse nós sofremos, mais o corpo produz um hormônio chamado cortisol. Em curto prazo, ele é até útil, pois nos ajuda a reagir e enfrentar a situação causadora do estresse.

Porém, no longo prazo, pode ser um problema, incluindo em relação à depressão. Por isso, vale a pena procurar técnicas que possam ajudá-lo a gerenciar melhor seus níveis de estresse — yoga, dança etc.

Cuide de sua alimentação

Nos últimos anos, diversas pesquisas comprovaram que existe uma relação muito próxima entre os alimentos que comemos e a nossa saúde mental.

Um exemplo é o zinco que, quando em falta no organismo, provoca a piora dos sintomas de depressão. Sendo assim, procure ter uma alimentação saudável e variada.

Crie uma rotina

Sintomas típicos da depressão, como dificuldade de concentração e fadiga podem fazer com que você veja a procrastinação como algo irresistível.

Entretanto, é muito importante lidar com isso definindo prazos e criando um planejamento para gerenciar o seu tempo. Comece estabelecendo pequenas metas e se esforce para conseguir concluir as tarefas mais importantes. Cada tarefa, por menor que ela seja, é um importante passo para quebrar o hábito da procrastinação.

É claro, há várias outras coisas que você pode fazer. As sugestões acima podem servir como um direcionamento para novas descobertas. No mais, mantenha sua rotina de visitas ao especialista e siga todas as orientações recebidas. Lembre-se que gerenciar os sintomas da depressão é uma atividade diária!

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Dr. Deyvis Rocha  | Psiquiatra | CRM-SP 127821

Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.