transtorno de estresse agudo

Transtorno de estresse agudo: sintomas, causas e tratamento

Você sabe o que é transtorno de estresse agudo (TEA)? Essa condição consiste em um transtorno de ansiedade que tende a surgir após um evento traumático.

Na maioria dos registros, os primeiros sintomas começam após um mês do ocorrido. Aliás, também é comum que pessoas com TEA tenham sintomas semelhantes aos vistos em indivíduos que sofrem com transtorno de estresse pós-traumático.

Quer entender melhor o transtorno de estresse agudo? Então, continue a leitura e fique por dentro!

Quais são as causas do transtorno de estresse agudo?

Qualquer pessoa que veja, experimente ou seja confrontado com um ou diversos eventos traumáticos pode desenvolver TEA. Essas situações criam uma série de sentimentos e sensações intensas no individuo, como desamparo, horror e medo. Alguns exemplos desses eventos são:

  • risco à integridade física de si mesmo ou de outras pessoas;
  • perigo de vida para si e ou outros;
  • ameaça física grave;
  • morte de entes queridos.

Quais são os principais sintomas?

Os sintomas de transtorno de estresse agudo são parecidos com os observados em outros tipos de transtornos mentais. Por isso, é fundamental que a pessoa procure um especialista quanto antes para que o diagnóstico seja o adequado. Sobre os sintomas temos:

  • Intrusão: o indivíduo não consegue parar de revisitar o evento traumático. Isso pode acontecer por meio de pensamentos, sonhos e memórias;
  • Humor negativo: tristeza, pensamentos negativos e irritabilidade;
  • Dissociação: incapacidade de se lembrar de partes da situação traumática; senso alterado de realidade e falta de consciência do ambiente;
  • Evitação: os indivíduos com esse sintoma tentam evitar intencionalmente pessoas, lugares, sentimentos e pensamentos que possam ser associados ao evento.

Quem tem mais chances de desenvolver transtorno de estresse agudo?

Como o TEA está ligado a eventos traumáticos, qualquer pessoa está sujeita a desenvolver o problema. No entanto, os riscos aumentam se pessoa tiver:

  • histórico de algumas categorias de problemas de mentais;
  • ter experimentado o transtorno de estresse pós-traumático, entre outros.

Existe tratamento para o TEA?

O primeiro passo para a definição da melhor abordagem é avaliar o caso de forma isolada. Como é possível imaginar, nenhum ser humano é igual ao outro e, por isso, a forma como o transtorno de estresse agudo se manifesta pode variar.

Existem vários métodos para lidar com o TEA. Alguns deles são:

  • avaliação com o especialista em saúde mental para um diagnóstico detalhado;
  • caso haja o risco de suicídio ou violência para com outras pessoas, a hospitalização pode ser recomendada;
  • educação psiquiátrica sobre a condição, uma vez que entender o problema ajuda o paciente a lidar melhor com sua situação;
  • medicamentos para diminuir os impactos negativos dos sintomas;
  • terapia para acelerar o processo de recuperação.

Quando procurar ajuda?

Além dos sintomas citados que podem ser observados e indicar que a pessoa está precisando de um acompanhamento especializado, há outros sinais importantes de serem considerados. Por exemplo:

  • sentimentos constantes de desamparo e tristeza;
  • episódios de choro;
  • mudanças no apetite ou no peso corporal;
  • perda de interesse em atividades que até então gostava.

O transtorno de estresse agudo pode ser bem manejado quando o paciente recebe o atendimento adequado. Com isso, ele retoma a sua qualidade de vida e o controle de sua rotina. Todavia, como observado anteriormente, é importante buscar ajuda especializada quanto antes, especialmente pelos sintomas, que podem impactar significativamente a vida da pessoa.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Dr. Deyvis Rocha  | Psiquiatra | CRM-SP 127821

Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.