Overworked african american businessman sitting at workplace after hard day in office, panorama

Estresse: quando devo procurar um profissional

Ao contrário do que muitas pessoas podem imaginar, o estresse é uma reação normal e esperada ante as pressões e situações do dia a dia. Outras respostas emocionais, como tristeza, raiva e medo também são normais.

São sentimentos e sensações que fazem parte de nossa vida. Contudo, quando o estresse aliado a tais emoções começa a interferir na capacidade da pessoa em realizar coisas que precisa ou deseja, esse estresse já começa a ser algo prejudicial.

Sinais de alerta importantes

O estresse pode induzir sintomas físicos, comportamentais e emocionais. Os sintomas apontados abaixo indicam que o indivíduo precisa começar a se preocupar com essa questão, uma vez que a tendência é de que cada vez mais áreas de sua vida sejam prejudicadas. Acompanhe:

  • falta de ar;
  • dores de cabeça frequentes;
  • dores nas costas, pescoço, ombro, dores gerais no corpo sem causa aparente;
  • dores ou sensação de peso no peito;
  • batimentos cardíacos acelerados;
  • desordens gastrointestinais, como diarreia e dores estomacais;
  • dificuldades sexuais;
  • problemas de memória;
  • dificuldades de concentração;
  • problemas para lidar com as atribuições de rotina de seu trabalho;
  • incapacidade de agir ou tomar decisões, entre outros.

Como lidar melhor com o estresse no dia a dia

Muitas vezes, algumas mudanças em nossos hábitos e comportamentos contribuem positivamente para a redução do estresse. Algumas sugestões práticas incluem:

  • tirar um tempo para cuidar de si mesmo (ler um livro, fazer um passeio, ouvir música, praticar yoga);
  • aprender técnicas de atenção plena pode ajudar a pessoa a estar no presente e a entender melhor a conexão entre o corpo e a mente;
  • a meditação é uma forma muito simples e prática para lidar com situações e pensamentos geradores de estresse;
  • saber estabelecer limites também é essencial para diminuir o estresse na rotina diária, por exemplo, saber dizer “não” quando o excesso de trabalho já está se tornando algo opressivo.

Quando procurar por ajuda especializada

Se você percebeu que o estresse começou a afetar sua vida e tentou algumas soluções, como as apontadas acima, mas não conseguiu obter resultados positivos, é o momento de buscar por ajuda profissional.

Muitas vezes, a pessoa que sofre com estresse se sente oprimida e não consegue controlar suas emoções por conta própria. Consequentemente, vários aspectos de sua vida podem ser afetados, tais como, os relacionamentos pessoais e a vida profissional. Nesse cenário, cabe uma observação muito importante: não são poucas as pessoas que sofrem com altos níveis de estresse e que evitam buscar ajuda.

Vale ressaltar que todos nós podemos estar sujeitos a situações das quais não conseguimos sair sozinhos. Por isso, tenha em mente que buscar por um profissional não é sinal de fraqueza ou perda de tempo. Na realidade, além de necessário, esse suporte permitirá que você retome o controle e tenha muito mais qualidade de vida.

Portanto, procurar um especialista é um fator fundamental para reduzir os efeitos negativos do estresse em sua saúde mental e física, de forma que você possa retornar  funcionalmente às suas atividades diárias. Além disso, ao receber orientações adequadas poderá se preparar e prevenir possíveis problemas no futuro.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Dr. Deyvis Rocha  | Psiquiatra | CRM-SP 127821

Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.