Saúde mental

Saúde mental: desafios para detectar problemas

Você sabia que 86% dos brasileiros já relataram sofrer com alguma condição relacionada à saúde mental? Aliás, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 9,3% da população do país tem ansiedade. Embora muitas pesquisas tenham sido feitas nos últimos anos, existem várias questões envolvendo os transtornos mentais ainda são desafiantes para os especialistas.

Devido a isso, pode acontecer de um paciente ter que esperar meses e até anos para que os médicos especialistas consigam diagnosticar com precisão uma doença.

A seguir, você vai conhecer alguns dos desafios e razões para tamanha dificuldade para a detecção de transtornos mentais. Acompanhe!

Sintomas sobrepostos

Não é raro que os sintomas de doenças mentais se sobreponham uns aos outros. Um exemplo disso são as características psicóticas. Elas estão presentes na esquizofrenia e em vários outros transtornos como o transtorno de personalidade, dissociativo e de humor.

Questionários médicos

Existe uma ampla variedade de questionários para triagem de transtornos mentais para análises subjetivas do comportamento do paciente. Eles são muito importantes para que o médico tenha uma visão holística da condição do indivíduo. Porém, eles só ajudam até certo ponto. Além disso, avaliações subjetivas, seja da perspectiva do profissional, do paciente ou do cuidador, estão sujeitas a vieses.

Por exemplo, um paciente pode descrever seus sintomas de maneira diferente conforme sua origem cultural. Para especialistas em saúde mental, apesar da relevância desses questionários, eles apresentam o desafio e a desvantagem de apontar apenas para os aspectos subjetivos.

Perfil do paciente

As diferenças pessoais, também, podem ser desafiadoras para o diagnóstico de problemas mentais. Embora existam critérios específicos para se avaliar alguns tipos de transtorno mental, é preciso ter em mente que cada pessoa é única. Por exemplo, o que um indivíduo entende ou experimenta como depressão pode ser diferente para outro.

Exames padrão

Infelizmente, a ciência ainda não conseguiu criar algum tipo de exame padrão para transtornos mentais. Há algumas exceções, contudo, não temos, por exemplo, exames de sangue específicos ou outros testes de laboratório que ajudem o médico no diagnóstico de uma doença.

Por isso, eles são treinados para fazer suas análises com base nos sintomas e histórico do paciente. O maior desafio é que isso não é uma ciência certa, sendo assim, não é raro surjam diferentes diagnósticos ou que o mais preciso leve tempo.

Visão parcial do distúrbio

Existem linhas para detecção de doenças mentais que englobam vários sintomas e diferentes tipos de distúrbios. Contudo, a maioria dos sistemas de triagem foca em somente um ou dois tipos de distúrbios, ou em categorias de sintomas.

Com isso, existe a possibilidade de se perder sintomas não considerados nas categorias listadas para se estabelecer um prognóstico de saúde mental mais amplo.

Isso traz uma série de problemas e desafios tanto para o profissional quanto para o paciente. Por exemplo, alguém com dificuldades de atenção pode ficar frustrado por ser incapaz de realizar as coisas e acabar sendo diagnosticado com depressão, sem que antes as raízes de sua condição sejam investigadas.

Há vários outros desafios envolvendo a identificação e os diagnósticos de saúde mental: o próprio paciente pode ignorar seus sintomas, os sinais podem mudar a medida que a pessoa envelhece e outros podem ser difíceis de serem reconhecidos como os primeiros sinais de um distúrbio mental. Mas a ciência não para e, apesar de todas as dificuldades, fazer um acompanhamento com um especialista faz toda a diferença para a qualidade de vida do indivíduo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Dr. Deyvis Rocha  | Psiquiatra | CRM-SP 127821

Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.