TDAH

TDAH: o que é?

O TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) está entre os distúrbios do neurodesenvolvimento mais comuns na infância. Geralmente, ele é diagnosticado nos primeiros anos de vida da criança e, normalmente, a acompanha até a idade adulta.

Indivíduos com TDAH podem ter problemas em vários aspectos da vida devido à incapacidade de controlar comportamentos impulsivos, por serem excessivamente ativos e terem dificuldade de prestar atenção.

Por isso, a seguir, explicamos alguns dos pontos mais importantes sobre esse distúrbio. Continue a leitura e saiba mais!

Principais sinais e sintomas do TDAH

Atualmente sabemos muito mais sobre o TDAH do que alguns anos atrás. Pesquisas no campo da neurociência e análises clínicas nos permitiram ampliar a compreensão sobre essa condição que hoje não é considerada simplesmente um transtorno de comportamento, uma doença mental ou uma deficiência de aprendizagem específica.

Em vez disso, o TDAH é apontado como um comprometimento do desenvolvimento do sistema de autogestão do cérebro. Embora boa parte dos diagnósticos sejam feitos na infância, não é raro encontrar adultos que descobrem que tem o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade por acaso. Os principais sintomas incluem:

  • falta de foco;
  • problemas para gerenciar o tempo;
  • desatenção;
  • falta de controle, impulsividade;
  • hiperfoco;
  • hiperatividade;
  • disfunção executiva.

Importante: os sintomas de TDAH variam de um indivíduo para outro. Por exemplo, algumas crianças podem ter todos os sinais apontados, enquanto outras apenas alguns deles. Além disso, os sintomas são de longa duração.

Tipos de TDAH

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é dividido em três tipos ou categorias conforme os sintomas apresentados pelo paciente. Sendo assim, temos:

1. Predominantemente desatento

A pessoa sente dificuldades para manter atenção, concluir uma tarefa, organizar coisas ou seguir instruções. Tende a se distrair com facilidade e se esquece de detalhes do dia a dia.

2. Predominantemente Hiperativa-Impulsiva

Nesse caso, a pessoa se movimenta demais e tende a falar muito. Para ela pode ser extremamente difícil ficar quieta por um longo período, por exemplo, para jantar ou fazer seus deveres de casa.

Crianças mais novas podem correr, escalar e pular constantemente devido a  esse aspecto.

Além disso, a impulsividade é uma marca forte desse tipo de TDAH. Por isso, o indivíduo quase não consegue esperar sua vez, pega coisas de outras pessoas, fala na hora errada ou interrompe a pessoa que está falando. Um ponto interessante, especialmente nas crianças, é que a impulsividade pode fazer como tenham mais lesões e sofram mais acidentes que outras da mesma idade.

3. Combinada

Em suma, nessa situação, os sintomas dos dois tipos anteriores estão presentes no indivíduo.

Diagnóstico

Diagnosticar o TDAH em uma criança ou adulto é um processo que demanda cuidados especiais e várias etapas. Nesse sentido, o motivo é simples: não existe um teste padrão ou alguma ferramenta única para confirmar o diagnóstico.

Além disso, há vários outros problemas de saúde que apresentam sintomas semelhantes, como alguns tipos de dificuldades de aprendizado, problemas de sono, ansiedade e depressão.

Por isso, para diagnosticar essa condição, o especialista segue uma lista de verificação, para descartar sintomas e classificar aqueles próprios do TDAH. Ademais, no caso das crianças, o profissional pode solicitar um histórico comportamental junto aos pais e professores e, em alguns casos, pode fazer com a própria criança.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Então, leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Dr. Deyvis Rocha  | Psiquiatra | CRM-SP 127821

Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.